Ads 468x60px

Labels

'A Arte da Guerra' e seus ensinamentos milenares

Para inaugurar o blog quero comentar o artigo "Ensinamentos de A Arte da Guerra", publicado na revista HSM Management 49 (março-abril 2005). Nele o professor Juan Antonio Fernándes defende o uso empresarial das técnicas do filósofo-militarista chinês Sun Tzu. Segundo ele, o segredo do sucesso não mudou nos últimos 2500 anos: conquiste a união em torno de um objetivo comum.

Como fazer isso? O líder deve respeitar a diversidade dos indivíduos e se empenhar em criar um ambiente de trabalho harmonioso. Isso, claro, sem esquecer o ambiente externo, contando sempre com novas informações e atuando para adaptar-se rapidamente às condições em transformação.

Um ditado chinês diz: "Um soldado incompetente é um problema individual, mas um general incompetente é um problema de todo o exército". Os líderes devem ser um exemplo para toda a empresa, derivando sua autoridade da nobreza de seu caráter. A liderança pode ser desenvolvida por meio do esforço pessoal, mas além disso é necessário que a empresa altere sua estrutura funcional.

Na visão ocidental de liderança o líder está no alto da organização, por outro lado, nesse modelo chinês o líder ocupa o centro da empresa. A reportagem ainda sintetiza as principais fraquezas de um líder de acordo com os ensinamentos de Sun Tzu, sendo elas: 1) imprudência; 2) insegurança; 3) volatilidade; e 4) sensibilidade.

Paralelamente existem cinco virtudes essenciais: 1) integridade; 2) coragem; 3) gentileza; 4) disciplina; e 5) sabedoria.
Comentários
2 Comentários

2 comentários :

  1. Você é tão clichê....Como quer provocar debates com textos que não desafiam intelectualmente???

    ResponderExcluir
  2. Raissa,

    Analisando sua crítica, reavaliando a missão do blog e relendo alguns posts, tenho que concordar contigo. Mas acho que nesses últimos anos tenho escrito coisas mais interessantes. Basta observar o crescimento qualitativo das publicações.

    Acho que tudo depende do material que você tem em mãos. Livros, filmes, álbuns, campanhas publicitárias, artigos, qualquer coisa é motivo para um post. Mas nem sempre consigo provocar o debate que gostaria. Perdão.

    Porém, gostaria de deixar claro que este blog não se propõe a criar desafios intelectuais para quem ler. Ele é apenas uma ferramenta que costumo usar para minhas limitações. Escrever algo relevante (sentido amplo) é sempre uma tarefa árdua, publicar então... é um ato de ousadia.

    Mas vou continuar tentando, pode deixar.

    ResponderExcluir

 

Histórico

2018 | Jan | Fev | Mar | Abr | Mai | Jun | Jul | Ago | Set | Out | Nov | Dez
2017 | Jan | Fev | Mar | Abr | Mai | Jun | Jul | Ago | Set | Out | Nov | Dez
2016 | Jan | Fev | Mar | Abr | Mai | Jun | Jul | Ago | Set | Out | Nov | Dez
2015 | Jan | Fev | Mar | Abr | Mai | Jun | Jul | Ago | Set | Out | Nov | Dez
2014 | Jan | Fev | Mar | Abr | Mai | Jun | Jul | Ago | Set | Out | Nov | Dez
2013 | Jan | Fev | Mar | Abr | Mai | Jun | Jul | Ago | Set | Out | Nov | Dez
2012 | Jan | Fev | Mar | Abr | Mai | Jun | Jul | Ago | Set | Out | Nov | Dez
2011 | Jan | Fev | Mar | Abr | Mai | Jun | Jul | Ago | Set | Out | Nov | Dez
2010 | Jan | Fev | Mar | Abr | Mai | Jun | Jul | Ago | Set | Out | Nov | Dez
2009 | Jan | Fev | Mar | Abr | Mai | Jun | Jul | Ago | Set | Out | Nov | Dez
2008 | Jan | Fev | Mar | Abr | Mai | Jun | Jul | Ago | Set | Out | Nov | Dez
2007 | Jan | Fev | Mar | Abr | Mai | Jun | Jul | Ago | Set | Out | Nov | Dez
2006 | Jan | Fev | Mar | Abr | Mai | Jun | Jul | Ago | Set | Out | Nov | Dez
2005 | Jan | Fev | Mar | Abr | Mai | Jun | Jul | Ago | Set | Out | Nov | Dez

Marcadores