Ads 468x60px

Labels

CQC e a babaquice da política brasileira

CQC

Segundas à noite geralmente estou ligado no CQC. Gosto do programa. Acho que a trupe do Marcelo Tas está revolucionando a forma de fazer humor. Eles deixaram o noticiário político mais divertido, mais debochado, mais inteligente. Só não precisava abusar tanto das propagandas. Enche o saco!

Ontem o programa estava, como sempre, divertido e contundente. Mas lá pelas 23hs foi ao ar o quadro "Proteste Já", que a Justiça de São Paulo havia proibido a veiculação na semana passada. A matéria mostrou o desvio de um aparelho de TV doado (anonimamente) pelo CQC à Prefeitura de Barueri, São Paulo.

Nesses assuntos, estamos acostumados à cobertura da imprensa. Normalmente os noticiários entrevistam a diretora da escola, o secretário de educação, o prefeito. Cada um dá sua versão dos fatos. A reportagem então põe aquela testemunha com voz de Pato Donald e, ao fim, o âncora do jornal faz aquela carinha de nojo.

Com o CQC foi diferente. Tudo começou com a ideia: colocar um GPS dentro de uma TV LCD 32'', doá-la a uma prefeitura qualquer e vê o que acontece. É ou não genial? Já pensou se aplicassem a técnica ao dinheiro público? Para completar a porra da TV ainda tinha um alarme interno. Massa!

Lógico que a TV doada à prefeitura foi parar na residência de alguém. Aí os repórteres entraram em ação. O primeiro a ser flagrado foi o secretário de educação, que mentiu com a maior cara lavada. Depois veio a parte mais engraçada: a funcionária da prefeitura, que ficou com a TV, quando soube da reportagem, saiu correndo para levar o aparelho de volta à escola.

Sabe o que é pior? Essa não é uma reportagem sobre corrupção política. Ela pode até servir de justificativa para todos os problemas, mas o flagra é sobre o brasileiro, suas "espertices", vícios, jeitinhos e malandragens. É sobre eu e você.

Para completar, O CQC foi conversar com o prefeito Rubens Furlan (PMDB). O objetivo era descobrir o motivo da censura feita ao programa. Veja o que ele disse:
Não foi censura. Minha secretaria jurídica que viu essa estupidez de vocês, vocês são uns babacas, sem nenhum talento, uns tontos, malandros, que se veem no direito de ridicularizar o congresso. Quem são vocês? Quem são vocês?
Incrível. O sujeito preferiu agredir o programa a apresentar melhorias no processo de doação da prefeitura que administra. Por essas e outras sou tão pessimista. O Brasil é um país sem jeito.

Comentários
0 Comentários

Postar um comentário

 

Histórico

2016 | Jan | Fev | Mar | Abr | Mai | Jun | Jul | Ago | Set | Out | Nov | Dez
2015 | Jan | Fev | Mar | Abr | Mai | Jun | Jul | Ago | Set | Out | Nov | Dez
2014 | Jan | Fev | Mar | Abr | Mai | Jun | Jul | Ago | Set | Out | Nov | Dez
2013 | Jan | Fev | Mar | Abr | Mai | Jun | Jul | Ago | Set | Out | Nov | Dez
2012 | Jan | Fev | Mar | Abr | Mai | Jun | Jul | Ago | Set | Out | Nov | Dez
2011 | Jan | Fev | Mar | Abr | Mai | Jun | Jul | Ago | Set | Out | Nov | Dez
2010 | Jan | Fev | Mar | Abr | Mai | Jun | Jul | Ago | Set | Out | Nov | Dez
2009 | Jan | Fev | Mar | Abr | Mai | Jun | Jul | Ago | Set | Out | Nov | Dez
2008 | Jan | Fev | Mar | Abr | Mai | Jun | Jul | Ago | Set | Out | Nov | Dez
2007 | Jan | Fev | Mar | Abr | Mai | Jun | Jul | Ago | Set | Out | Nov | Dez
2006 | Jan | Fev | Mar | Abr | Mai | Jun | Jul | Ago | Set | Out | Nov | Dez
2005 | Jan | Fev | Mar | Abr | Mai | Jun | Jul | Ago | Set | Out | Nov | Dez

Marcadores